Integral tem que ser o você, e não apenas o arroz

Integral tem que ser o você, e não apenas o arroz...

Procuremos viver sempre dentro da honestidade e da integridade do carácter e das acções.

 Isso muitas vezes incomodará muita gente, que ainda prefere viver no mundo da fantasia, do teatro, usando máscaras e criticando os outros sem fundamentos. Muitos dizem que buscam o equilíbrio, mas não compreendem que não vem através de magia, mas sim com a mudança de Atitude.


Equilíbrio significa estar no caminho do meio, flexível como nosso amigo bambu, sempre aberto às novas vivências e conhecimentos que podem acrescentar como boas oportunidades.

E não ficar filiando-a a partidos, crenças ou dogmas radicais e considerar-se superior por ser diferente.
Precisamos estar sempre a questionar e a rever os nossos conceitos, muitas vezes já ultrapassados há muito tempo.

O que antes poderia ter sido bom, hoje pode não ser adequado e não devemos insistir e resistir às adaptações.

Temos que ter humildade, amor próprio e auto-valorização para podermos mudar sempre para melhor, no sentido da evolução.

Quando somos integrais, quando somos honestos por dentro, automaticamente é reflectido no exterior e a vida simplesmente flui e sentimos alegria, paz e satisfação.
Pior de tudo é que o ser humano tem uma percepção muito apurada.

No fundo, no fundo, sempre sabe, mas opta por continuar a não querer ver-se a si próprio e consequentemente vive na incoerência e na hipocrisia (na cegueira total).
Por isso, a vida não flui, os objectivos não dão certo, estão sempre envoltos com sérias dificuldades e muitos ainda justificam num tal de karma, tão mal compreendido.

Mal sabem que quando aprendemos, o lado dolorido e desconfortável, o karma, é automaticamente aliviado ou cancelado.

Se você ainda continua a sofrer e a passar necessidades, concerteza ainda não aprendeu nada!
E continua a achar que “apenas” o que vem de fora, é o que resolve.

Tudo bem, continue a comer bastante arroz integral.

JC
siga-nos no facebook:
Centro de Estudos Bioenergéticos

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo